Principais Trilhas do Parque Estadual da Pedra Branca – Rio de Janeiro

O Parque Estadual da Pedra Branca, ocupa diversos bairros da Zona Oeste e é considerado a maior floresta urbana do país, ocupando cerca de 10% da área total do município do Rio de Janeiro.

parque-estadual-pedra-branca

+ 3 trilhas no Rio com um visual incrível para fazer no Fim de Semana.

O Parque possui cerca de 12.500 hectares de área coberta por vegetação típica da Mata Atlântica, como cedros, jacarandás, jequitibás e ipês, além de uma variada fauna, composta por jaguatiricas, preguiças-de-coleira, tamanduás-mirins, pacas, tatus e cotias.

O maciço ainda detém o ponto culminante do município, o Pico da Pedra Branca, com 1.025 metros de altitude.

Além do variado patrimônio natural, o Parque e o seu entorno dispõem de construções de interesse cultural, como um antigo aqueduto, represas e ruínas de sedes de antigas fazendas, além do pórtico e da subsede do Pau da Fome, em Jacarepaguá e principal acesso ao Parque.

Próximo ao Parque, encontra-se ainda o Museu Nise da Silveira, na Colônia Juliano Moreira, com obras do artista Artur do Bispo do Rosário, reconhecido nacional e internacionalmente.

DICA MEUFINDI DOS PRINCIPAIS ATRATIVOS DO PARQUE

Trilha Rio Grande: com 800 metros de extensão, toda sinalizada, planejada para visitantes de todas as idades. Fica no núcleo Pau da Fome e tem duração média de 30 a 40 minutos.

As principais atrações são o aqueduto do século XIX, o recanto da Represa da Figueira, o recanto da Represa da Padaria, além de bromélias e árvores típicas da Mata Atlântica.

Trilha de Santa Bárbara: ou Trilha da Casa Amarela, começa no núcleo Pau a Fome e levará ao Pico da Pedra Branca. É considerada uma trilha simples, sem muita dificuldade, e sua duração é de aproximadamente 4 horas (ida e volta). São 3,5 km de percurso em trilha interpretativa.

Trilha para o Açude Camorim: de nível leve, é uma trilha frequentada por muitos idosos e crianças. Seu ponto de partida é o Núcleo Camorim e sua duração é de aproximadamente duas horas e meia de caminhada (ida e volta).

Trilha Circuito das Águas: complexo de atrações como cachoeiras, açude e represas. O tempo médio da caminhada é de 20 minutos, numa extensão de 250 m e com baixo nível de dificuldade.

Trilha da Caverna Carlos Bandeira: com aproximadamente 4km de caminhada, que começa em Jacarepaguá, na Colônia Juliano Moreira. A maior parte da trilha é plana e pode durar até 4h, por isso deve-se ir preparado.

A caverna possui 30 metros de extensão apenas e para entrar é preciso descer pelas pedras. Em seguida, é só atravessar o salão no interior da caverna para chegar ao outro lado onde há uma saída para a floresta.

Travessia Rio da Prata X Pau da Fome (Via Monte Alegre): tem início em Campo Grande, no Rio da Prata. Caminhada média e longa, cruzando o Maciço da Pedra Branca por entre vales, com aproximadamente 11km de extensão e altura máxima de 800m. Atrativos naturais: riachos, trilhas e mirantes naturais.

LOCALIZAÇÃO
O Parque Estadual da Pedra Branca está aberto diariamente, das 8h às 17h.

Núcleo Pau-da-Fome: onde estão localizados a sede e o centro de visitantes, com exposição permanente. A sede é dotada de anfiteatro e áreas de lazer com tratamento paisagístico e sinalização direcional.

Onde: Entrada pela Estrada do Pau-da-Fome, nº 4.003 – Jacarepaguá.
Telefone: 21 3347-1786 ou 2332-6608

Como chegar: pelo largo da Taquara, entrar na Estrada do Rio Grande e seguir até o Largo da Capela, onde termina a Rio Grande. Entrar na Estrada do Pau da Fome e seguir em frente uns dez minutos até a entrada da sede. Distância entre a Rodoviária Novo Rio e a sede Pau-da-Fome (Jacarepaguá): 33km.

Núcleo Piraquara: a área conta com brinquedos para crianças, poços refrescantes e acesso às vias de escaladas, além da Cachoeira do Barata, única disponível para banho.

Onde: Entrada pela Rua do Governo s/nº – Realengo.
Telefone: 21 2333-5251 ou 2333-5252

Núcleo Camorim: subsede do Parque, conta com área de lazer, represa, trilhas e belas paisagens até o açude, no alto do parque.

Onde: Entrada pela Estrada do Camorim, 2.118 – Camorim. Para quem vai da Barra da Tijuca o melhor caminho é a partir da Estrada dos Bandeirantes.
Telefone: 21 3417-3642.

Fonte: sites Visit.Rio | Amigos do Parque

Continuaremos com muitas dicas sobre o Rio de janeiro nos próximos posts. Siga, acompanhe, curta e compartilhe!!!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *