Saiba como divulgar seu Estabelecimento no MeuFindi

Que tal inserir o seu Produto, Estabelecimento e Serviço, no maior e mais completo site especializado em Turismo de São Paulo e do Rio de Janeiro?

O MeuFindi fornece os melhores conteúdos sobre turismo de fim de semana, em formato inédito, fácil e num único lugar!!

Recebemos todos os interessados em divulgar seu conteúdo em nosso site. O cadastro é voluntário e gratuito.

Para participar é simples, basta enviar um e-mail para parceiros@meufindi.com.br contendo as seguintes informações:

– nome do estabelecimento

– endereço completo

– breve descritivo

– dias e horário de funcionamento

– telefones de contato/reservas e e-mail

– informações sobre estacionamento

– fotos

– contato do responsável (e-mail e telefone)

Ou se preferir, acesse: http://www.meufindi.com.br/adicionar_parceiro e faça seu cadastro online.

Aguardamos o seu contato!

Guia de Saquarema: dicas para curtir o Mundial de Surf

A Cidade de Saquarema, conhecida como a Capital do Surf, recebe o “Oi Rio Pro 2017”, a 4ª Etapa do Circuito Mundial da WSL, que vai acontecer entre os dias 9 e 20 de maio, na Praia de Itaúna.

• Passagens aéreas – para Rio de Janeiro (com super descontos) • Compre passagens de ônibus com a ClickBus e ganha 10% de desconto – saindo de SP // RIO // BH • Alugue um carro com a Movida e ganha 20% de desconto nas diárias. Acesse nosso site e confira as vantagens de ser assinante MeuFindi.

E para facilitar a vida de quem vai ou pretende ir, preparamos neste post um Guia Fácil com dicas e informações úteis para você aproveitar o melhor a cidade durante o evento.

Situado na Bacia Hidrográfica Lagos São João, na Região Leste do Estado do Rio de Janeiro, conhecida também como Região dos Lagos.

A cidade apresenta atrações turísticas ligadas às belezas naturais, característica de regiões litorâneas.

Com ondas perfeitas para a prática de surfe, o município conquistou o título de “Capital nacional do surfe”, mas também apresenta força turística para outras atividades esportivas e pela cultura local, ressaltando dentre as tradicionais festas religiosas, o “Círio de Nazareth“, o mais antigo do Brasil.

A cidade também tem uma aura musical voltada para o rock, em função da cultura dos anos 70, com destaque para o Templo do Rock.

Na parte histórica, vale visitar a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazareth, erguida em 1820 sobre uma capela de 1660 em um outeiro à beira-mar.

Do mirante do Morro de Santa Cruz tem-se ampla visão de Saquarema e Bacaxá. Já em Sampaio Correia, os turistas poderão aproveitar as 6 cachoeiras da Serra do Roncador.

Atrações

Igreja Nossa Senhora de Nazareth | Gruta de Nossa Senhora de Lourdes | Mirante da Santa Cruz | Mirante do Morro da Cruz | Lagoa de Jaconé | Lagoa de Saquarema | Lago de Água Mineral | Lagoa Vermelha | Lagoa de Jacarepiá | Serra de Mato Grosso | Trilha dos Goonies | Rampa de Vôo Livre | Cachoeira do Tingüí | Museu do Sambaqui

Praias

Praia da Vila | Praia de Itaúna | Praia de Jacone | Prainha | Praia de Vilatur | Praia de Massambaba

Como chegar

Localização

Está localizada no Litoral Norte do Rio de Janeiro.

Distâncias

Rio de Janeiro: 104 km
São Paulo: 510 km
Belo Horizonte: 550 km

Dicas MeuFindi

 O que levar

Protetor solar, um tênis para caminhadas, prancha de surf, máquina fotográfica, máscara de mergulho, roupas leves, biquíni, chapéu ou boné, entre outras coisas, mas principalmente, muita disposição para curtir pra valer!

Passagens aéreas – para Rio de Janeiro (com super descontos) • Compre passagens de ônibus com a ClickBus e ganha 10% de desconto – saindo de SP // RIO // BH • Alugue um carro com a Movida e ganha 20% de desconto nas diárias. Acesse nosso site e confira as vantagens de ser assinante MeuFindi.

Nossas redes sociais:
Facebook/MeuFindi | Instagram@MeuFindi | Twitter@MeuFindi

Parceiro Exclusivo do Guia Saquarema

4 passeios incríveis e fora do tradicional no Rio de Janeiro

Que a Cidade Maravilhosa não se resume em Corcovado, bondinho do Pão de Açúcar e praias, isso todo mundo já sabe. Mas se você mora ou está programando uma viagem ao Rio de Janeiro, está pesquisando sobre passeios e roteiros diferentes para fazer, veja algumas dicas que o MeuFindi traz exclusivamente para você!

Selecionamos neste post 4 passeios incríveis e fora do tradicional no Rio de Janeiro para fazer no Fim de Semana. Confira!

 

Rio visto pela Trilha Morro 2 Irmãos

Caminho do Vidigal, rumo a trilha do Morro Dois Irmãos, fica em um dos cartões postais do Rio de Janeiro. A comunidade do Vidigal foi pacificada em 2012 e é referência para atividades turística. Atualmente há albergues, centros culturais, alguns barezinhos e até baladas à noite.

Considerada de nível médio, são apenas 1,6 km (+/- 40 minutos) de subida para chegar até ao topo e ter aos seus pés a vista panorâmica do Rio em 360 graus. Simplesmente lindo! A dica é acordar cedo para não sofrer demais com o calor durante a trilha. Você pode fazê-la sem guia, mas se não tem experiência com trilha, vale à pena contratar o serviço e aproveitar ao máximo sem preocupações durante o trajeto.

Depois que descer, pode circular pelas ruas, ver o comércio local, centro cultural e almoçar no Bar da Laje. Aos sábados, o bar serve a tradicional feijoada com roda de samba, em uma vista de tirar o folego, além de petiscos e claro o chopp gelado. Sem dúvida será um dia inesquecível pelo astral e o passeio inusitado.

Onde: Trilha Morro 2 Irmãos 

Como chegar: Ir de táxi ou pegar um ônibus até a Avenida Niemeyer (360, 382, 177). Ao descer na entrada do Vidigal, utilize o serviço de transporte alternativo, kombi, van ou moto táxi, até o campo de futebol na Vila Olímpica do Vidigal. Esse serviço custa aproximadamente R$ 2,50 por cada trecho de Kombi e R$10 de táxi.

Veja passeio completo com dicas e benefícios no site.

 

Escape 60

Você tem 60 minutos para escapar do quarto e não virar arquivo morto

Você e seus amigos nunca viram nada igual! Usem seus instintos e intuição para desvendar o enigma.

Convide seus amigos para um desafio no Escape 60, na sala O Escândalo de Star Kov.  Vocês são diretores da Star-Kov, a gigante de telecomunicações da Ucrânia e Vladimir Kursha, vice-presidente de finanças da empresa foi denunciado por atividades ilícitas. Com o objetivo de minimizar a crise, o presidente da empresa convocou-os para um evento no Grand Hotel Kiev.

Já hospedados, preparando-se para ir ao primeiro encontro, vocês notaram que a porta do quarto estava trancada e não pode ser aberta. Ao mesmo tempo, sentem cheiro de fumaça. Que cilada!

Vocês têm apenas 60 minutos para fugir do quarto antes que sejam transformados em arquivo morto. E aí, conseguem abrir esta sala?

Quanto: a partir de R$ 69 por pessoa

Onde: Escape 60 – Copacabana
Av. Atlântica, nº 4240 – Loja 323 – Copacabana – Rio de Janeiro/RJ

Telefone (21) 2147-2757

Veja passeio completo com dicas e benefícios no site.

 

Conheça a residência da Família Imperial Brasileira

Faça uma viagem ao século XIX com bom gosto e conectado com a natureza! Neste passeio você fará uma imersão no tempo em que os olhos se voltavam também para a vida ao ar livre e o verde.

A Quinta da Boa Vista é um imenso parque público de grande valor histórico por ter sido a residência da Família Imperial Brasileira.

O parque possui uma área de 155 mil metros quadrados, ajardinada em 1869 por projeto do paisagista francês Auguste Glaziou, a mando de D. Pedro II. Observar, por exemplo, o caminho de árvores que fica em frente ao palácio no inverno é uma das imagens mais bonitas da estação.

Tem muita coisa para fazer no parque, como andar de pedalinho, passear de canoa a remo, que são alugadas aos visitantes. As cavernas são uma atração à parte. Dentro das grutas artificiais, que lembram um covil de piratas, pode-se conferir diferentes tipos de estalactites. No local ainda poderá conhecer o Museu Nacional e o Museu da Fauna.

Quanto: Entrada no parque é Gratuita

Onde: Quinta da Boa Vista
Av. Pedro II, s/n – São Cristóvão – Rio de Janeiro/RJ

Veja passeio completo com dicas e benefícios no site.

 

Conheça cada cantinho do Theatro Municipal

Quem quiser conhecer a história de cada cantinho do Theatro Municipal, não pode perder esta chance. O teatro oferece visitas guiadas com 45 minutos de duração, com datas e horários pré-estabelecidos, em grupos de 25 pessoas.

As senhas para as visitas começam a ser distribuídas às 10h30, por ordem de chegada e obedecendo a sequência dos horários da visita. Quando acabam as senhas do primeiro horário, são liberadas as do segundo, e assim por diante. Vale chegar um pouco mais cedo para garantir a sua.

Conhecer um pouco da história do prédio que começou a ser erguido em 2 de janeiro de 1905, com a colocação da primeira das 1.180 estacas de madeira de lei sobre as quais está assentado, será um passeio bem interessante.

A decoração, chama atenção pela riqueza de detalhes, onde foram convocados alguns dos mais ilustres e consagrados artistas da época, como Eliseu Visconti, Rodolfo Amoedo e os irmãos Bernardelli, como também foram recrutados artesãos europeus para a criação dos vitrais e mosaicos. Eles são simplesmente lindos!

Se quiser ter uma palhinha do espetáculo que é conhecer o Theatro Municipal por dentro, descubra aqui.

Quanto: Ingresso R$ 20 por pessoa

Onde: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, S/N – Centro – Rio de Janeiro – RJ

Veja passeio completo com dicas e benefícios no site.

Nossas redes sociais:
Facebook/MeuFindi | Instagram@MeuFindi Twitter@MeuFindi

AquaRio | o maior aquário marinho da América Latina

Nestas férias você precisa conhecer o maior Aquário Marinho da América Latina. Leve toda sua família, com certeza um passeio que adultos e crianças vão amar.

+ Férias: 4 Museus Militares para visitar no RJ com as crianças

Com uma vocação natural para o turismo ligado ao mar, o Rio de Janeiro há muito tempo merece um aquário deste nível. Moderno e multifuncional de educação, pesquisa, conservação, lazer, entretenimento e cultura que cria a oportunidade da cidade do Rio de Janeiro oferecer a visitação de um espaço único com atrações e tecnologias inovadoras pouco vistas no Brasil.

Não perca mais tempo, faça seu cadastro agora em nosso site e aproveite todos os 52 fins de semana e 12 feriados de 2017
>> Clique Aqui << 

Com 26 mil m2 de área construída e 4,5 milhões de litros de água, o AquaRio é o Maior Aquário Marinho da América do Sul e possui mais de 8 mil animais de 350 espécies diferentes em exposição.

Diversas atrações inéditas, recintos e tanques grandiosos e toda a infraestrutura necessária proporcionarão um entretenimento educativo e prazeroso ao público.

A estrela do AquaRio é o tanque principal, o Recinto Oceânico e de Mergulho. Com 3,5 milhões de litros de água, sete metros de pé-direito e um túnel passando por seu interior, a combinação da impressionante massa d’água com a grande quantidade de peixes proporcionará uma experiência incrível e usualmente pouco acessível à grande maioria: a oportunidade de participar de um mergulho real com peixes, raias e tubarões.

Além disso, há mais 24 tanques secundários e áreas específicas (três tanques de toque) onde o público, especialmente as crianças, poderá interagir com alguns dos animais expostos.

Para aproveitar melhor seu dia, tem várias opções de lanches em quiosques espalhados pelo aquário, com pizzas, cachorro quente e lanches naturais.

Restaurantes dentro do Aquário

Vezpa – a pizza mais querida do Rio de Janeiro conquistou um lugar especial no coração do AquaRio: o nosso lobby! Queremos saber quem vai resistir a esse cheirinho bem na entrada do aquário.

Geneal – outro símbolo do Rio de Janeiro, os cachorros quentes da Geneal também estarão presentes no AquaRio! Aqui não queremos saber de tubarão quente, lagosta quente nem de raia quente! O resto pode! E ai, vai querer quantos?

Naturê – quiosque de comidas naturais tem para vocês, o melhor e mais refrescante lanche da região! Já imaginou um sanduíche natural com um suco geladinho, numa tarde quente da Cidade Maravilhosa?

Doce Mar – não precisa ser criança para se deliciar com balas, doces, pipoca, cookies e muitas outras coisas gostosas! Aproveite esse oceano de delícias!

Funcionamento: todos os dias das 10h às 18h, com entrada no circuito até 17h.

Quanto: Tarifa normal:  R$ 80
Tarifa promocional: R$ 60 (moradores e pessoas que nasceram no Estado do Rio de Janeiro)
Tarifa reduzida: R$ 40 – crianças e adolescentes de 3 a 17 anos | estudantes de 18 a 24 anos | maiores de 65 anos  | portadores de necessidades especiais.
Gratuidade: menores de 3 anos não pagam.

Compre agora: AquaRio Ticket.

Onde: AquaRio
Praça Muhammad Ali – Gambôa – Centro – RJ

Dica MeuFindi

A melhor forma de chegar ao AquaRio é através de transportes públicos.
Venha com calma e curta o dia no Porto Maravilha.

VLT – Para chegar usando o novo VLT do Rio de Janeiro, pegue a linha 1 no sentido Rodoviária / Praia Formosa e salte na estação Utopia AquaRio

METRÔ – Usando as linhas 1 e 2, salte na estação Uruguaiana, na Avenida Presidente Vargas. Depois, caminhe pela Avenida Rio Branco até a Praça Mauá e siga pela Orla Conde (Boulevard Olímpico) até o AquaRio. Você também pode pegar o VLT linha 1 na estação Candelária no sentido Rodoviária / Praia Formosa e saltar na estação Utopia AquaRio.
As estações de metrô Cinelândia e Carioca também tem integração com o VLT, você pode pegar a linha 1 no sentido Rodoviária / Praia Formosa e saltar na estação Utopia AquaRio.

BICICLETA – Você também pode vir de bicicleta! Existe uma estação BikeRio em frente ao AquaRio e também temos nosso próprio bicicletário (sujeito a disponibilidade)

CARRO/MOTO – Temos um estacionamento, com vagas bem limitadas, para visitantes, que funciona no modelo misto entre vallet e autosserviço(sujeito a disponibilidade). Na alta temporada não indicamos a reserva de vaga.

Entrada do estacionamento pela via de serviço ao lado da praça Muhammad Ali, próximo ao túnel 450 anos na Via Binário.

Aqui no MeuFindi você escolhe o melhor passeio em 1 clique.

Não perca mais tempo, faça seu cadastro agora em nosso site e aproveite todos os 52 fins de semana e 12 feriados de 2017
>> Clique Aqui << 

Nossas redes sociais:
Facebookfb/MeuFindi | Instagram@MeuFindi Twitter@MeuFindi

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail receba novos conteúdos em primeira mão!

Angra do Reis um paraíso repleto de ilhas: apenas 153km da capital RJ

Angra dos Reis é um incrível destino  de fim de semana para os amantes de praia e natureza. Suas águas limpas com a presença de inúmeros animais, como peixes e tartarugas, conquistam qualquer turista. O MeuFindi selecionou as melhores dicas para você curtir ao máximo:

+ Veja também: 3 passeios incríveis no Rio para fazer com as crianças no Fim de Semana

Localizado na região da Costa Verde, 365 ilhas e mais de 50 praias formam uma das baías mais famosas do Brasil: a de Angra dos Reis. Seu nome é porque ela foi descoberta em 6 de janeiro de 1502, dia de Reis.

Não perca mais tempo, faça seu cadastro agora em nosso site e aproveite todos os 52 fins de semana e 12 feriados de 2017
>> Clique Aqui << 

O melhor programa na baía de Angra é passear de escuna pelas ilhas Cataguás, Botinas, Gipóia e Francisco. A área urbana do município também tem seus encantos, conta com infraestrutura de hotéis e restaurantes, além de construções históricas como a Igreja da Santíssima Trindade, o monumento ao Aquidabã na enseada de Jacuecanga, e o Forte do Leme.

Ilha Grande, a maior ilha da região, é um dos locais mais procurados no Brasil para mergulho. Naufrágios, corais, e uma fauna marinha riquíssima fazem parte do roteiro para quem busca mergulhar nas águas azul-esverdeadas de Ilha Grande. As melhores opções estão do lado mais calmo da ilha: Gruta do Acaiá, Praia e Ilha dos Meros, Laje e Ilha do Gurirí, Ilha das Palmas, Ilha de Pau a Pino, Lagoa Azul, Gruta do Acaiá, Ilha do Morcego, Lagoa Verde, Ilha do Jorge Grego. A beleza de Ilha Grande é tanta que ela chegou a ser eleita uma das 7 maravilhas do Rio de Janeiro, em 2007. 

Como chegar: Partindo do Rio de Janeiro – O caminho começa na Avenida Brasil, siga até a altura de Santa Cruz, onde existe um posto policial. A partir dali começa a rodovia Rio-Santos (BR-101), siga por 155 quilômetros, passando pelos municípios de Itaguaí e Mangaratiba até chegar a Angra dos Reis.

Outra opção é seguir pelo Túnel Dois Irmãos, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Santa Cruz, pegando a rodovia Rio-Santos e seguindo até Angra.

Distancias: 153km da cidade do Rio de Janeiro, 380km de São Paulo 573 de Belo Horizonte.
Como chegar:

Dica MeuFindi das principais atrações da cidade

Atrações Imperdíveis

Cachoeira da Feiticeira

CACHOEIRA

É uma queda d’água com 15 metros de altura que provoca a formação de uma piscina natural na parte de baixo. Local perfeito para se divertir entre amigos, relaxar e, é claro, tomar um refrescante banho. O escorregador de pedras completa a diversão.

A Cachoeira da Feiticeira é de beleza espetacular e exalta a admiração de quem a visita, certamente é uma das melhores caminhadas em toda Angra dos Reis e fica na maior ilha da baía, a Ilha Grande. Roteiro certo de quem quer aproveitar ao máximo tudo o que a ilha tem para oferecer.

Para chegar até a Cachoeira, é necessário percorrer uma trilha de média dificuldade, de cerca de 1h30. Embora o percurso não seja muito longo, é cheio de subidas e descidas, por isso, é bom levar água e ir com roupas bem confortáveis.

Onde: Vila de Abraão, Ilha Grande – Angra dos Reis

Ilha Cataguás

Angra

Dentre as ilhas existentes em Angra dos Reis, a Cataguás (ou Cataguases) é a que fica mais próxima do continente. Para acessá-la, é preciso ir de barco próprio ou alugado, e ela fica a 10 minutos do centro da cidade.

O maior atrativo da Ilha é o mar, com suas águas tranquilas e límpidas. Se você viaja com crianças, elas também podem aproveitar de uma forma muito mais segura.

Cataguás é ideal para mergulho. Os tons verdes e azuis misturados da água merecem uma boa apreciação. Além disso, a areia é branca, fina e macia, convidando para uma caminhada ou mesmo para tomar um bom banho de sol. A vegetação em torno da ilha é bastante cerrada, um detalhe adicional à paisagem.

No local, é comum ter aluguel de pranchas de Stand Up Paddle (SUP). Há algumas barracas com comidas e bebidas também. Ao lado de Cataguás, fica a Ilha do Peregrino, também acessível por barco.

Praias

8 baías e 365 ilhas, contrastam com um relevo acidentado, coberto pelos diversos tons de verde da Mata Atlântica. Mar manso em perfeita harmonia com montanhas e cascatas fazem de Angra uma das regiões mais belas do mundo.

Praias localizadas na Estrada do Contorno

A Estrada do Contorno se inicia no centro da cidade e termina no bairro Encruzo da Enseada, tendo aproximadamente 18 km de extensão, totalmente pavimentada, sendo uma pista estreita de mão dupla. Os principais  pontos de referência são: Colégio Naval e Hotel Angra Inn.

As praias mais procuradas pelos turistas neste trecho são: Praia das Gordas (3km), Praia Grande (3,6km) e Figueira (6,5km).

Praias localizadas no Corredor Turístico da Ponta Leste

O Corredor Turístico, também conhecido como Estrada da Ponta Leste, se inicia no Km 417 da Rodovia Rio-Santos (BR 101) distante a 15 Km do Centro de Angra tendo aproximadamente 10,5 Km findando no Terminal Petrolífero da Petrobrás (TEBIG). É uma estrada totalmente pavimentada de mão dupla e tem como ponto de referência a Vila Residencial da Petrobrás e o Bairro Monsuaba.

As praias mais procuradas pelos turistas neste trecho são: Éguas Grande (16,2km) e Biscaia (21,8km).

Praias localizadas na BR 101 Sentido Santos

Essas Praias estão situadas no trecho da BR 101 (Rodovia Rio-Santos) que vai do trevo de acesso ao centro de Angra até a Vila Residencial de Mambucaba.

As praias mais procuradas pelos turistas neste trecho são: Praia Brava (44km) e Mambucaba (50km).

Praias localizadas na BR 101 Sentido Rio de Janeiro

Essas Praias estão situadas no trecho da BR 101 (Rodovia Rio-Santos) que vai do trevo de acesso ao centro de Angra até a Vila de Garatucaia  (divisa com o município de Mangaratiba).

A praia mais procurada pelos turistas neste trecho é: Garatucaia (28km).

Principais Ilhas

O mar de Angra, oferece encantos escondidos pelas diversas ilhas espalhadas pela baía da Ilha Grande e Ribeira. Segue abaixo uma relação das mais conhecidas ou procuradas por turistas.

  • Ilha Grande
  • Ilha da Gipóia
  • Ilha Botinas
  • Ilha de Cataguazes
  • Ilha Francisca
  • Ilha do Maia
  • Ilha do Cavaco
  • Ilha do Morcego
  • Ilha de Paquetá
  • Ilha de Itanhangá

Pontos de Interesse

Convento Nsa. Sra. do Carmo e Capela da Ordem Terceira

Mesmo antes de existir o povoado em Angra, foi residência de frades carmelitas. Inaugurado em 1593 e remodelado em 1623, foi tombado pelo SPHAN em 1954.

O convento abriga um cemitério com o corpo de Maria Isabel da Visitação Corrêa que faleceu em 1822 e teve seu corpo mumificado.

Praça Lopes Trovão

É ali que acontecem as melhores feiras de artesanato da cidade. Além disso, tem um coreto que serve de palco para pequenos shows musicais.

Igreja de Santa Luzia

Foi a primeira igreja matriz de Angra, construída em 1632. Localizada na movimentada Rua do Comércio, mantém até hoje sua graciosidade. Tombada pelo SPHAN em 1954, o estilo barroco predomina nas suas linhas externas e no interior da nave.

Casa da Cultura

Bem na esquina da Rua do Comércio com a Rua Raul Pompéia, fica a Casa de Cultura. Conhecido por abrigar eventos culturais, o prédio construído em 1824, foi adquirido em 1985 pela Prefeitura de Angra dos Reis. No primeiro pavimento acontecem diferentes exposições semanais, além de funcionar o Ateneu Angrense de Letras e Artes, entidade que incentiva a cultura e a preservação da história de Angra.

Colégio Naval

Construído em 1914, bem próximo ao Centro, este prédio retrata bem a história da cidade e da Marinha do Brasil. Localizado na Estrada do Contorno, tem como moldura a exuberância da Mata Atlântica. Ali acontece o ritual diário do hasteamento da bandeira brasileira às 8 horas e arreamento às 17 horas, tendo como pano de fundo, o pôr do sol. Vale conferir.

Vila Histórica de Mambucaba

A bela praia, com pequenas casas e uma singela igreja, transformam o cenário num dos mais belos de Angra. Para festejar este paraíso, bares oferecem, além de bebidas geladas e petiscos à base de frutos do mar, música ao vivo, para os mais românticos.

Cais de Santa Luzia

Ao lado do Porto de Angra, o cais tem movimento intenso de turistas durante o ano todo, de onde partem muitos passeios de barco. O visual é encantador, misturando o verde do mar com o colorido intenso dos barcos ancorados ali. 

Fonte: site prefeitura de Angra dos Reis | visitbrasil | guia de Angra do Reis.

Aqui no MeuFindi você escolhe o melhor passeio em 1 clique.

Não perca mais tempo, faça seu cadastro agora em nosso site e aproveite todos os 52 fins de semana e 12 feriados de 2017
>> Clique Aqui << 

Nossas redes sociais:
Facebookfb/MeuFindi | Instagram@MeuFindi Twitter@MeuFindi

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail receba novos conteúdos em primeira mão!

Principais Trilhas do Parque Estadual da Pedra Branca – Rio de Janeiro

O Parque Estadual da Pedra Branca, ocupa diversos bairros da Zona Oeste e é considerado a maior floresta urbana do país, ocupando cerca de 10% da área total do município do Rio de Janeiro.

parque-estadual-pedra-branca

+ 3 trilhas no Rio com um visual incrível para fazer no Fim de Semana.

O Parque possui cerca de 12.500 hectares de área coberta por vegetação típica da Mata Atlântica, como cedros, jacarandás, jequitibás e ipês, além de uma variada fauna, composta por jaguatiricas, preguiças-de-coleira, tamanduás-mirins, pacas, tatus e cotias.

O maciço ainda detém o ponto culminante do município, o Pico da Pedra Branca, com 1.025 metros de altitude.

Além do variado patrimônio natural, o Parque e o seu entorno dispõem de construções de interesse cultural, como um antigo aqueduto, represas e ruínas de sedes de antigas fazendas, além do pórtico e da subsede do Pau da Fome, em Jacarepaguá e principal acesso ao Parque.

Próximo ao Parque, encontra-se ainda o Museu Nise da Silveira, na Colônia Juliano Moreira, com obras do artista Artur do Bispo do Rosário, reconhecido nacional e internacionalmente.

DICA MEUFINDI DOS PRINCIPAIS ATRATIVOS DO PARQUE

Trilha Rio Grande: com 800 metros de extensão, toda sinalizada, planejada para visitantes de todas as idades. Fica no núcleo Pau da Fome e tem duração média de 30 a 40 minutos.

As principais atrações são o aqueduto do século XIX, o recanto da Represa da Figueira, o recanto da Represa da Padaria, além de bromélias e árvores típicas da Mata Atlântica.

Trilha de Santa Bárbara: ou Trilha da Casa Amarela, começa no núcleo Pau a Fome e levará ao Pico da Pedra Branca. É considerada uma trilha simples, sem muita dificuldade, e sua duração é de aproximadamente 4 horas (ida e volta). São 3,5 km de percurso em trilha interpretativa.

Trilha para o Açude Camorim: de nível leve, é uma trilha frequentada por muitos idosos e crianças. Seu ponto de partida é o Núcleo Camorim e sua duração é de aproximadamente duas horas e meia de caminhada (ida e volta).

Trilha Circuito das Águas: complexo de atrações como cachoeiras, açude e represas. O tempo médio da caminhada é de 20 minutos, numa extensão de 250 m e com baixo nível de dificuldade.

Trilha da Caverna Carlos Bandeira: com aproximadamente 4km de caminhada, que começa em Jacarepaguá, na Colônia Juliano Moreira. A maior parte da trilha é plana e pode durar até 4h, por isso deve-se ir preparado.

A caverna possui 30 metros de extensão apenas e para entrar é preciso descer pelas pedras. Em seguida, é só atravessar o salão no interior da caverna para chegar ao outro lado onde há uma saída para a floresta.

Travessia Rio da Prata X Pau da Fome (Via Monte Alegre): tem início em Campo Grande, no Rio da Prata. Caminhada média e longa, cruzando o Maciço da Pedra Branca por entre vales, com aproximadamente 11km de extensão e altura máxima de 800m. Atrativos naturais: riachos, trilhas e mirantes naturais.

LOCALIZAÇÃO
O Parque Estadual da Pedra Branca está aberto diariamente, das 8h às 17h.

Núcleo Pau-da-Fome: onde estão localizados a sede e o centro de visitantes, com exposição permanente. A sede é dotada de anfiteatro e áreas de lazer com tratamento paisagístico e sinalização direcional.

Onde: Entrada pela Estrada do Pau-da-Fome, nº 4.003 – Jacarepaguá.
Telefone: 21 3347-1786 ou 2332-6608

Como chegar: pelo largo da Taquara, entrar na Estrada do Rio Grande e seguir até o Largo da Capela, onde termina a Rio Grande. Entrar na Estrada do Pau da Fome e seguir em frente uns dez minutos até a entrada da sede. Distância entre a Rodoviária Novo Rio e a sede Pau-da-Fome (Jacarepaguá): 33km.

Núcleo Piraquara: a área conta com brinquedos para crianças, poços refrescantes e acesso às vias de escaladas, além da Cachoeira do Barata, única disponível para banho.

Onde: Entrada pela Rua do Governo s/nº – Realengo.
Telefone: 21 2333-5251 ou 2333-5252

Núcleo Camorim: subsede do Parque, conta com área de lazer, represa, trilhas e belas paisagens até o açude, no alto do parque.

Onde: Entrada pela Estrada do Camorim, 2.118 – Camorim. Para quem vai da Barra da Tijuca o melhor caminho é a partir da Estrada dos Bandeirantes.
Telefone: 21 3417-3642.

Fonte: sites Visit.Rio | Amigos do Parque

Continuaremos com muitas dicas sobre o Rio de janeiro nos próximos posts. Siga, acompanhe, curta e compartilhe!!!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!

8 Lugares que fazem do Rio uma cidade incrível para curtir no fim de semana

O Rio de Janeiro é uma cidade incrível para curtir no fim de semana! Conhecida por suas diversas opções de passeios, pontos turísticos e restaurantes, que fazem a Cidade realmente Maravilhosa.

+ Roteiro Zona Portuária (RJ) tour histórico-cultural pela Região do Porto.

São tantas opções para você curtir com os amigos, família e com as pessoas que mais gosta, que preparamos para você um especial bem carioca para você aproveitar o fim de semana! Confira.

FEIJOADA & CAIPIRINHA

Samba, caipirinha e feijoada é uma das combinações mais cariocas, e deliciosas, que existem. Lugares para saborear uma Feijoada com Caipirinha:

Casa da Feijoada

Casa da Feijoada

O feijão é levado à mesa acompanhado dos complementos. As carnes são escolhidas pelo cliente. Para a sobremesa são servidos doces caseiros além de batida (de limão ou maracujá).

Exemplares da gastronomia brasileira, como a carne-seca e abóbora, são algumas das opções à la carte.

Telefone: 21 2247-2776
Onde: Rua Prudente de Moraes, 10 B – Ipanema

Bar do Mineiro

Rio Bar do Mineiro

Famoso por seu pastel de feijoada – além da versão tradicional do prato, oferece ainda pratos como a carne-seca com abóbora, servida com arroz, feijão e couve, além de petiscos como os pastéis de feijão e de galinha de cabidela. Para beber, cervejas de garrafa sempre geladas e mais de 20 marcas de cachaça.

Telefone: 21 2221-9227
Onde: Rua Paschoal Carlos Magno, 99 – Santa Teresa

Armazém Cardosão

Rio Armazém Cardosão

Com jeito de mercearia antiga, o bar recebe espontâneas rodas de samba promovidas pelos frequentadores e, justamente por isso, elas não têm dia e hora marcados para acontecer.

Mas, felizmente, a feijoada tem: todo sábado, a partir das 13h50. A carinhosa alcunha de Cardosão acompanha o bar há pouco mais de 50 anos. O ambiente familiar dá um tom suburbano à bucólica esquina da Zona Sul carioca.

Telefone: 21 2225-3493
Onde: Rua Cardoso Júnior, 312 – Laranjeiras

POSTO 9

Famoso por atrair gente jovem, bonita, e por suas eternas “garotas de Ipanema” que desfilam pela orla. Sob o pôr do sol mais querido dos cariocas, o clima é de charme, descontração e liberdade. Pertinho do Posto 9 tem:

Feira Hippie de Ipanema

Rio Feira Hippie Ipanema

Passeio incontestável de quem vem ao Rio de Janeiro, a feira conta mais de 600 expositores. Desde o final dos anos 60, quando um grupo de artistas plásticos começou a vender quadros na Praça General Osório para cobrir as contas penduradas nos bares da vizinhança, muita coisa mudou na Feira Hippie, mas o espírito da contracultura e do “paz e amor” continuam ali.

Todos os domingos, das 7h às 19h.
Onde: Praça General Osório – Ipanema

Astor

Rio Astor

O grande trunfo é a imbatível localização. De cara para o Arpoador, é uma belíssima escolha para happy hour com pôr do sol. O Astor é inspirado nas antigas brasseries francesas com uma decoração cheia de espelhos e fotos dos principais bares da cidade.

Além da qualidade da comida, como a lula frita e a casquinha de siri, a casa ainda tem um excelente serviço.

Telefone: 21 2523-0085
Onde: Av. Vieira Souto, 110 – Ipanema

Lagoa Rodrigo de Freitas

Rio Lagoa Rodrigo de Freitas

O cenário é perfeito para os esportes náuticos, como remo e canoagem. Quem preferir a terra firme pode optar por caminhar ou pedalar em seu entorno, de 8 km, sempre movimentado, principalmente no final da tarde.

Depois de tanto esforço, nada melhor que uma boa água de coco, em um dos vários quiosques, para completar o programa.

Arpoador

Rio Arpoador

Uma das praias preferidas de cariocas e turistas pela beleza de sua paisagem e pela prática do surfe, tanto no verão quanto no inverno. Possui 800m de extensão entre o Forte de Copacabana e a Rua Francisco Otaviano com Av. Vieira Souto.

O nome do local provém do fato de ser possível, no passado, arpoarem-se baleias nas proximidades da costa. Não se esqueça de visitar as pedras do Arpoador, o local mais lindo para se apreciar o mar e o pôr do sol!

Onde: Rua Francisco Otaviano – Ipanema

Fonte: visit.rio

Se você gosta de aproveitar o fim de semana e saber, sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela >> Clique aqui << e confira as melhores dicas de passeio para o seu fim de semana.

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: fb/MeuFindi
Instagram: @MeuFindi
Twitter: @MeuFindi

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail receba novos conteúdos em primeira mão!

Guia para curtir Rio das Ostras (RJ) com a família no Fim de Semana

Rio das Ostras é um dos destinos mais exuberantes do estado do Rio de Janeiro, para quem curte uma viagem no fim de semana. Situada a 170 km da capital fluminense, a cidade é repleta de praias, muitos atrativos e localização estratégica na Região dos Lagos, com suas 15 praias que encantam pela preservação e infraestrutura.

O visitante encontra águas calmas e ideais para banhos. Mas, quem prefere emoções radicais pode contar com praias perfeitas para o surfe.

+ 2 destinos incríveis perto de SP para curtir com a família | Viaje com seu carro. 

Aliás, quando o assunto é praia Rio das Ostras tem opções para todos os estilos e o sol brilha pelo menos 300 dias por ano. Os atrativos históricos também fazem de Rio das Ostras um lugar especial. Museus, centros culturais, feiras de artesanatos e a variedade do comércio integram a programação dos visitantes. Um dos pontos mais visitados no município é a Praça da Baleia, ao final da praia de Costa Azul. Nesta praça, há uma estátua de baleia Jubarte esculpida em bronze.

Conhecer Rio das Ostras é aproveitar um dos mais belos e completos roteiros turístico e cultural do Brasil.

Como chegar: Pode-se chegar através da Ponte Rio-Niterói, indo por Manilha, até o trevo de Rio Bonito. Pegar a Via Lagos ou seguir pela BR-101, em direção a Campos, e entrar no Trevo de Rio Dourado, seguindo pela RJ-162 (Serramar) até a RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto).

Distancias: 170km da cidade do Rio do Janeiro, 600km da cidade de São Paulo e 595km de Belo Horizonte.

Dica MeuFindi das principais atrações da cidade

Com uma boa infraestrutura a cidade dispõe de bons hotéis, pousadas e restaurantes. Quem visita o lugar, além de admirar as belas paisagens e desfrutar de ótimas praias, pode ainda conhecer pontos turísticos, como a Praça da Baleia, que possui uma estátua de baleia Jubarte feita em bronze, ir à Tocolândia apreciar o artesanato local, que é o principal ponto de compra de lembranças. Outro atrativo da cidade é o Rio das Ostras Jazz & Blues, que é considerado um dos melhores festivais do gênero no país.

Praias
As 15 praias encantam pela preservação e infraestrutura.

Praia do Abricó: Primeira praia de Rio das Ostras a partir do município do Rio de Janeiro. Paisagem fascinante e muita tranquilidade.

Praia da Tartaruga: Localizada em uma pequena enseada, situada entre as praias do Abricó e Praia do Bosque, recebe este nome pela incidência de tartarugas no local.

Praia do Bosque: situada entre as praias das Tartarugas e do Centro, destacam-se frondosas árvores que lembram um bosque, razão do nome.

Praia do Centro: ideal para quem quer aproveitar uma praia tranquila, mas não abre mão da infraestrutura e do conforto dos bares, restaurantes e quiosques.

Praia do Cemitério: Praia de enseada perfeita para banho, pertinho do Centro da cidade. Local onde os pequenos barcos de pesca e redes compõem a paisagem. É de lá se você pode ter a melhor vista do pôr-do-sol de Rio das Ostras.

Praia da Boca da Barra: Praia da foz do rio das Ostras, onde as águas se encontram num espetáculo diferente. Própria para crianças.

Praia da Joana: Pequena praia que compõe o Monumento Natural dos Costões Rochosos, área de preservação ambiental de rara beleza.

Praia Virgem: Um lugar perfeito para curtir a natureza em toda sua plenitude, longe do agito do Centro da cidade.

Praia das Areias Negras: Praia em forma de ferradura. O nome é devido à coloração mais escura da areia, com grande quantidade de monazita.

Praia do Remanso: Próxima à Praça da Baleia, é uma praia de enseada formada por rochedos.

Praia de Costazul: Com 2,3 Km, é uma praia oceânica, point de surfistas, bodyboarders e amantes da pesca de caniço.

Praia Enseada das Gaivotas: Uma das praias mais tranquilas de Rio das Ostras. Sua larga extensão de areia é própria a caminhadas à beira-mar.

Praia de Itapebussus: Um lugar perfeito para curtir a natureza, longe do agito do Centro da cidade.

Praia do Mar do Norte: Praia mais próxima a Macaé, conhecida por seus rochedos e pela vegetação de restinga preservada.

Praia das Pedrinhas: Uma das mais belas praias da cidade, perfeita para curtir um dia tranquilo, longe da agitação do centro.

Pontos Turísticos
rio_das_ostras_001
Praça da Baleia: Esta área de lazer e contemplação abriga a escultura de uma Baleia Jubarte com 20 metros de comprimento de estrutura metálica, recoberta com chapas de bronze e liga de latão.

Praça do Trem: A Praça do Trem possui uma área de 6.500 m², sendo 420 m² de área construída. A réplica de uma estação de trem, com direito a Maria-fumaça encanta os visitantes.

Pier do Emissário Submarino de Costazul: Ideal para aproveitar o nascer do sol e admirar toda orla da praia de Costazul vista por um ângulo privilegiado.

Museu de Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba: Possui uma área escavada com restos de esqueletos e exposição de objetos de adorno, ostras gigantes, conchas, pedras (batedores e quebra-coquinhos), que caracterizam a ocupação de uma antiga civilização estimada entre 4 mil anos.

Figueira Centenária: Árvore centenária localizada à beira-mar que, segundo relatos históricos, serviu de abrigo a Imperadores que faziam em Rio das Ostras uma breve parada em seu roteiro de viagem pela região.

Fonte: site Prefeitura de Rio das Ostras

Se você esta sem tempo para fazer uma viagem longa, mas quer curtir o seu Fim de Semana de um modo diferente, vem com a gente!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!

Guia completo para curtir e amar Paraty no fim de semana

As vezes, tudo o que a gente precisa é fugir para uma praia no fim de semana e encontrar um lugar calmo que nos passe tranquilidade, não é? Visitar cachoeiras, fazer trilhas e conhecer lugares novos são algumas das inúmeras atividades que só Paraty pode proporcionar.

+ Veja também: Teatro | Depois do Amor revela uma Marilyn ainda mais fascinante

Fundada em 1667, a 232 km da cidade do Rio de Janeiro, Paraty é um exemplo de preservação e riqueza da arquitetura colonial e seu centro histórico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Espremida entre o mar e a montanha, ainda conserva o casario típico daquela época no Centro Histórico, formado por preservados casarões coloniais, igrejas dos séculos XVIII e XIX e ruas calçadas pelos escravos em pedras pés-de-moleque, onde o tráfego de automóveis é proibido.

Mas, ao circular pelas ruelas do Centro Histórico, o turista tem uma grata surpresa. Charmosas pousadas, bares animados e restaurantes comandados por chefs renomados aliam a tradição ao que há de melhor em termos de turismo. É lá que acontecem a FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty e o Festival da Pinga, eventos mais conhecidos da cidade.

Mas Paraty não vive só de história: localizada em uma baía com mar azul e límpido, a cidade é cercada por aproximadamente 50 praias e 65 ilhas – algumas ainda sem urbanização e com vilas de pescadores.

Para os mais aventureiros, há passeios de barco e ótimos locais para mergulho nas ilhas vizinhas. Na estrada Paraty-Cunha se encontram piscinas naturais perfeitas para banho formadas por lindas quedas d´água, como as da Pedra Branca e Tobogã. Já a vila de Trindade atrai os jovens com suas praias selvagens e acessíveis por trilhas, como a do Sono e do Cachadaço.

Como chegar: partindo do Rio de Janeiro – Seguir pela BR-101 (Rodovia Rio-Santos). São aproximadamente 232 km que podem ser feitos em 3 horas.

Partindo de São Paulo – a capital fica a 330km de Paraty.

Há varias opções, mas as melhores são: Pela Rodovia Ayrton Senna, seguindo Rodovia Carvalho Pinto, depois Rodovia dos Tamoios até a BR-101 (Rodovia Rio-Santos). Em Caraguatatuba seguir sentido Ubatuba e depois Paraty. São cerca de 285 Km. Pela Rodovia Ayrton Senna, seguindo Rodovia Carvalho Pinto até Taubaté e pegar a Osvaldo Cruz até a BR-101 (Rodovia Rio-Santos) até Ubatuba e então seguir para Paraty. Total de 293 Km. 

Como chegar:

O que fazer em Paraty

Paraty-RJ

Como a cidade fica entre a Serra do mar e o litoral, existem opções para todos os gostos. Você pode explorar as praias, fazer passeios de escuna, caminhar por trilhas históricas e tomar banho em uma das várias cachoeiras que ficam próximas a cidade.

Além disso, o centro histórico, que tem casas de mais de 100 anos tombadas pelo patrimônio histórico, oferece aos turistas muitos restaurantes e lojas que vendem artesanato e produtos típicos, como a cachaça.

Praias em destaque

Praia_Vermelha_Paraty_190708_1

Praia do Jabaquara: é uma praia urbana próxima ao centro, tem vários quiosques e fica próxima do forte, situado em cima do morro do lado direito da praia.

Parati Mirim: é uma vila de pescadores com praia de águas calmas cortada por um rio, próximo tem uma aldeia indígena que pode ser visitada.

Praia do Engenho: pequena e bela praia que só é possível conhecer de barco. Conta com algumas casas de pescadores e não tem bar.

Saco do Mamanguá: braço de mar que entra no continente por 8 km, tem manguezais e unidades de conservação com matas protegidas. É possível chegar de barco saindo de Parati Mirim.

Pouso da Cajaíba: vila que tem algumas praias como a do Pouso, Ipanema, Grande e Itaoca. Todas elas são bonitas. Na Praia do Pouso há camping e casas para alugar além de barzinhos. As praias são ligadas por trilhas e o acesso é feita por barco.

Praia Vermelha: perfeita para relaxar, tem areia fofa e mar transparente. É pequena e muito bela e conta com infra estrutura de bares e restaurantes. Fica no roteiro dos passeios de escuna e só é possível conhecer de barco.

Praia do Sono: é uma praia muito bonita e deserta, tem algumas casas de pescadores onde se encontram campings e barzinhos bem simples. Para chegar nela se pega uma trilha de 1 hora de caminhada, perto do condomínio Laranjeiras (próxima também a Trindade).

Antigos e Antiguinhos: são praias pequenas e desertas muito bonitas. É possível conhecê-las de barco ou a pé, por uma trilha de meia hora a partir da Praia do Sono.

Praia de Jumirim: é uma linda praia próxima a Paraty, só se chega nela de barco. Fica na rota da maioria dos passeios de barco, tem apenas uma casa e águas calmas e claras.

Praia da Lula: tem areias claras e mar calminho de águas cristalinas. Boa para banhos, tem canto de pedras indicado para a prática de snorkeling.

Praia Grande da Deserta: boa para banho, tem águas cristalinas e areias fofas.

Principais Cachoeiras

cachoeira_da_pedra_branca_3

Pedra Branca: são varias quedas d’água que formam poços para banho. O local fica dentro de uma propriedade particular e chega-se pela estrada para a Fazenda Murycana (acesso pelo km 4,5 da estrada para Cunha).

Poço das Andorinhas: poço profundo, com piscinas naturais boas para banho. Deve-se tomar a estrada para Corisco – acesso pelo km 576 da Rodovia Rio-Santos para Ubatuba.

Tobogã: mais visitada e divertida cachoeira da região. Por uma lage de pedra inclinada escorre a água, formando um tobogã natural que termina em um poço. Chega-se lá pela estrada para Cunha a 8 km de Paraty.

Poço da Jamaica: é uma piscina natural formada entre as pedras do Rio Perequê-Açú, com uma pequena e refrescante ducha. É um local tranquilo e pouco conhecido, ideal para descansar e apreciar a beleza da mata que margeia o rio.

Dicas de Passeios

Passeios de escuna e barcos: De grandes escunas a pequenas traineiras, passando pelos veleiros e lanchas, há muitas opções para curtir o mar de Paraty. Mergulho e pescaria são atividades também muito praticadas pelos turistas.

Alambiques de cachaça artesanal: A importância da cachaça paratiense no século XVIII foi tão grande que  nome da cidade virou sinônimo da bebida. Paraty já teve mais de 100 alambiques, mas hoje conta com 7 em funcionamento.

Caminho do Ouro: a Estrada Real ou Caminho do Ouro em Paraty, construída pelos escravos, entre os séculos XVII e XIX, ligava Minas Gerais a Paraty, por onde descia o ouro dos portugueses. A visitação só é permitida com guias autorizados, pois atravessa propriedades particulares.

Fazenda Murycana: situada ao pé da Serra da Bocaina, funciona como engenho de aguardente. No passado foi casa de farinha e cafezal, entreposto de comercialização no ciclo do café, do ouro, do açúcar mascavo e aguardente e de mão-de-obra escrava. Peças em exposição na fazenda constatam as atividades comerciais passadas.

Igreja Santa Rita: é o cartão postal da cidade e fica em frente ao píer de onde saem os barcos e escunas para os passeios. Ao seu lado direito tem uma praça com canhões antigos.

Igreja Nossa Senhora dos Remédios: é a igreja matriz da cidade e tem uma grande praça ao lado.

Igreja Nossa Senhora das Dores: Pequena igreja próxima ao rio e de frente para o mar.

Fonte: site Paraty | Visit Brasil

Se você esta sem tempo para fazer uma viagem longa, mas quer curtir o seu Fim de Semana de um modo diferente, vem com a gente!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!

7 principais atrativos de Madureira o berço do samba no RJ

Quem mora no Rio de Janeiro (ou conhece bem a cidade) sabe que em Madureira existem programas quase que obrigatórios no fim de semana. Não por serem badalados ou algo do tipo, mas pelo fato de que oferecem diferentes pedacinhos do melhor da Cidade Maravilhosa. Confira nossa dica:

+ Roteiro Lapa-Santa Teresa para conhecer no Fim de Semana. 

Se você quer estender sua visita ao Rio até o subúrbio, Madureira, bairro localizado na zona norte da cidade, tem muitos atrativos. Além de ser o berço do samba, o bairro é também um grande polo comercial.

Mas não para por aí! Madureira vai além do Mercadão de Madureira e das escolas de samba Império Serrano e Portela. Madureira abriga um dos maiores parques do Rio, o Parque Madureira, com cerca de 93 mil m² – área equivalente a 14 campos do Maracanã, um dos maiores estádios do mundo.

Abriga também a Casa do Jongo, o baile charme no Viaduto de Madureira e a Feira das Yabás. Ou seja, o bairro democrático de Madureira proporciona muita cultura e diversão!

Parque Madureira

Passeio

Com cerca de 93 mil m², o parque é um dos maiores da cidade, com área equivalente a 14 campos do Maracanã. E o parque não é superlativo apenas em suas medidas, mas também nos itens e opções de lazer que oferece aos moradores da Zona Norte carioca.

Quadras de vôlei, basquete e futebol, além de um campo de grama sintética para partidas de futebol dividem o espaço com fontes, riachos, quiosques, pista de skate, pomar e brinquedos.

Ao todo são 800 árvores nativas, 50 palmeiras, além de flores e 31.500 metros quadrados de grama, tornando o espaço amplamente arborizado. Práticas sustentáveis, como o controle de resíduos sólidos, uso da água da chuva, captação e uso de energia solar e iluminação de baixo consumo fazem parte do dia a dia do parque.

O parque, que acompanha a linha férrea que corta o bairro, conta ainda com dois espaços culturais: a Arena Carioca, que receberá apresentações culturais, e a Praça do Samba, espaço dedicado ao gênero musical tão influente no bairro que conta com suas das mais antigas agremiações cariocas – Portela e Império Serrano.

Onde: Rua Soares Caldeira, 115 – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados e domingos, das 5h às 22h.

Mercadão De Madureira – Um clássico da Zona Norte

Compras

Com mais de 100 anos, o mercado popular que começou como feira agrícola em 1914, e desde a década de 50 se estabeleceu como principal polo comercial da Zona Norte, recebeu recentemente o título de Patrimônio Cultural do Povo Carioca.

Nas mais de 580 lojas é possível garimpar de material escolar a brinquedos, doces, acessórios femininos, bebidas nacionais e importadas, temperos e ervas e itens afrodisíacos.

Onde: Avenida Ministro Edgard Romero, 239 – Madureira

Funciona no fim de semana:  sábados, das 7h às 19h e domingos, das 7h às 12h.

Império Serrano

Para Dançar

imperio

A escola de samba faz parte de Madureira e da lista do que você precisa explorar no bairro. A verde e branco de Madureira nasceu no final dos anos 1940 após uma dissidência entre os integrantes da escola Prazer da Serrinha, e desde então mantém a tradição que lhe é característica, especialmente pela estrutura democrática, implantada desde sua fundação.

É muito respeitada também pelos compositores que lançou, como Arlindo Cruz e Beto sem Braço, e por inovar ao ter Dona Yvone Lara como primeira mulher a fazer parte da ala de compositores de uma escola de samba.

Onde: Avenida Edgard Romero, 114 – Madureira

Portela

Para Dançar

Para Dançar

Uma das pioneiras no mundo do samba, nasceu com o nome de ‘Conjunto Oswaldo Cruz’, foi ‘Quem nos faz é o capricho’ e ‘Vai como pode’, até virar Portela. Suas cores são azul e branco e tem a águia como símbolo maior, sempre retratado em seus desfiles, e detém a marca imbatível de 21 títulos de campeã do Carnaval carioca.

Além da importância histórica, vale revelar seu espírito inovador, pois foi a primeira agremiação a apresentar um samba com fantasias adequadas ao tema, e a primeira apresentar uma comissão de frente. Entre os grandes nomes da Portela, Paulinho da Viola, Monarco e Tia Surica são figuras expressivas.

Onde: Rua Clara Nunes, 81 – Madureira

Casa do Jongo

Museus e Centros Culturais

Madureira

O jongo, também conhecido como caxambu, é uma dança de origem africana que influiu fortemente na formação do samba carioca e da cultura popular brasileira como um todo. Há cinquenta anos, o Grupo Cultural Jongo da Serrinha difunde e perpetua o gênero no bairro de Madureira, onde inaugurou recentemente sua nova sede, a Casa do Jongo.

O novo Centro de Cultura tem cerca de dois mil metros quadrados, localizado no pé do Morro da Serrinha, e tem o objetivo de criar uma atmosfera familiar, que preserve a memória do jongo e propague a arte e o desenvolvimento humano.

A casa possui salão para danças, estúdio musical, salas para cursos profissionalizantes, auditório, espaço para exposições permanentes, lojas, cine-clube, escola de artes multi-linguagem, ambiente para rezas e terreiro para jongo e capoeira.

O novo espaço reúne objetos contemporâneos e peças de casas comuns das décadas de 40, 50 e 60, em uma decoração alegre e colorida.

Onde: Rua Silas de Oliveira, 101 – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados e domingos, das 9h às 17h

Baile Charme do Viaduto de Madureira

Para Dançar

evento

Um dos bailes mais antigos do Rio. Sempre com muito Charme e Hip Hop com os melhores DJs do cenário Black carioca. O ritmo charme ganhou o Rio de Janeiro nos anos 1990.

No início dividia espaço e atenção nos bailes de funk carioca, mas fincou sua bandeira e fez do Viaduto de Madureira seu ponto máximo de referência.

Com público cativo, os bailes que ali acontecem não são procurados só por quem quer ouvir o R&B e sua variações, mas também por exímios dançarinos que disputam espaço na pista de dança.

Onde: Rua Carvalho de Souza, s/n Espaço Cultural Rio Charme – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados, às 22h

Feira das Yabás

show

A cada segundo domingo do mês o bairro de Oswaldo Cruz, contíguo a Madureira, recebe grande público, sedento pela boa mesa e boa música.

O ponto de encontro que não faz distinção entre os vindos da zona norte ou da zona sul, é o recanto das Yabás, ou Tias, que oferecem ali as comidas tipicamente brasileiras, com um toque africano.

Ao todo são 16 barracas, cada uma delas com sua especialidade. Rabada, mocotó, abóbora com camarão e a onipresente feijoada são algumas das opções. Para completar, cerveja gelada e uma grande atração musical a cada edição.

Onde: Praça Paulo da Portela, s/n – Oswaldo Cruz

Funciona no fim de semana: todo segundo domingo do mês, 13h

Continuaremos com muitas dicas sobre o Rio de Janeiro nos próximos posts.
Siga, acompanhe, curta e compartilhe!!!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!