7 principais atrativos de Madureira o berço do samba no RJ

Quem mora no Rio de Janeiro (ou conhece bem a cidade) sabe que em Madureira existem programas quase que obrigatórios no fim de semana. Não por serem badalados ou algo do tipo, mas pelo fato de que oferecem diferentes pedacinhos do melhor da Cidade Maravilhosa. Confira nossa dica:

+ Roteiro Lapa-Santa Teresa para conhecer no Fim de Semana. 

Se você quer estender sua visita ao Rio até o subúrbio, Madureira, bairro localizado na zona norte da cidade, tem muitos atrativos. Além de ser o berço do samba, o bairro é também um grande polo comercial.

Mas não para por aí! Madureira vai além do Mercadão de Madureira e das escolas de samba Império Serrano e Portela. Madureira abriga um dos maiores parques do Rio, o Parque Madureira, com cerca de 93 mil m² – área equivalente a 14 campos do Maracanã, um dos maiores estádios do mundo.

Abriga também a Casa do Jongo, o baile charme no Viaduto de Madureira e a Feira das Yabás. Ou seja, o bairro democrático de Madureira proporciona muita cultura e diversão!

Parque Madureira

Passeio

Com cerca de 93 mil m², o parque é um dos maiores da cidade, com área equivalente a 14 campos do Maracanã. E o parque não é superlativo apenas em suas medidas, mas também nos itens e opções de lazer que oferece aos moradores da Zona Norte carioca.

Quadras de vôlei, basquete e futebol, além de um campo de grama sintética para partidas de futebol dividem o espaço com fontes, riachos, quiosques, pista de skate, pomar e brinquedos.

Ao todo são 800 árvores nativas, 50 palmeiras, além de flores e 31.500 metros quadrados de grama, tornando o espaço amplamente arborizado. Práticas sustentáveis, como o controle de resíduos sólidos, uso da água da chuva, captação e uso de energia solar e iluminação de baixo consumo fazem parte do dia a dia do parque.

O parque, que acompanha a linha férrea que corta o bairro, conta ainda com dois espaços culturais: a Arena Carioca, que receberá apresentações culturais, e a Praça do Samba, espaço dedicado ao gênero musical tão influente no bairro que conta com suas das mais antigas agremiações cariocas – Portela e Império Serrano.

Onde: Rua Soares Caldeira, 115 – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados e domingos, das 5h às 22h.

Mercadão De Madureira – Um clássico da Zona Norte

Compras

Com mais de 100 anos, o mercado popular que começou como feira agrícola em 1914, e desde a década de 50 se estabeleceu como principal polo comercial da Zona Norte, recebeu recentemente o título de Patrimônio Cultural do Povo Carioca.

Nas mais de 580 lojas é possível garimpar de material escolar a brinquedos, doces, acessórios femininos, bebidas nacionais e importadas, temperos e ervas e itens afrodisíacos.

Onde: Avenida Ministro Edgard Romero, 239 – Madureira

Funciona no fim de semana:  sábados, das 7h às 19h e domingos, das 7h às 12h.

Império Serrano

Para Dançar

imperio

A escola de samba faz parte de Madureira e da lista do que você precisa explorar no bairro. A verde e branco de Madureira nasceu no final dos anos 1940 após uma dissidência entre os integrantes da escola Prazer da Serrinha, e desde então mantém a tradição que lhe é característica, especialmente pela estrutura democrática, implantada desde sua fundação.

É muito respeitada também pelos compositores que lançou, como Arlindo Cruz e Beto sem Braço, e por inovar ao ter Dona Yvone Lara como primeira mulher a fazer parte da ala de compositores de uma escola de samba.

Onde: Avenida Edgard Romero, 114 – Madureira

Portela

Para Dançar

Para Dançar

Uma das pioneiras no mundo do samba, nasceu com o nome de ‘Conjunto Oswaldo Cruz’, foi ‘Quem nos faz é o capricho’ e ‘Vai como pode’, até virar Portela. Suas cores são azul e branco e tem a águia como símbolo maior, sempre retratado em seus desfiles, e detém a marca imbatível de 21 títulos de campeã do Carnaval carioca.

Além da importância histórica, vale revelar seu espírito inovador, pois foi a primeira agremiação a apresentar um samba com fantasias adequadas ao tema, e a primeira apresentar uma comissão de frente. Entre os grandes nomes da Portela, Paulinho da Viola, Monarco e Tia Surica são figuras expressivas.

Onde: Rua Clara Nunes, 81 – Madureira

Casa do Jongo

Museus e Centros Culturais

Madureira

O jongo, também conhecido como caxambu, é uma dança de origem africana que influiu fortemente na formação do samba carioca e da cultura popular brasileira como um todo. Há cinquenta anos, o Grupo Cultural Jongo da Serrinha difunde e perpetua o gênero no bairro de Madureira, onde inaugurou recentemente sua nova sede, a Casa do Jongo.

O novo Centro de Cultura tem cerca de dois mil metros quadrados, localizado no pé do Morro da Serrinha, e tem o objetivo de criar uma atmosfera familiar, que preserve a memória do jongo e propague a arte e o desenvolvimento humano.

A casa possui salão para danças, estúdio musical, salas para cursos profissionalizantes, auditório, espaço para exposições permanentes, lojas, cine-clube, escola de artes multi-linguagem, ambiente para rezas e terreiro para jongo e capoeira.

O novo espaço reúne objetos contemporâneos e peças de casas comuns das décadas de 40, 50 e 60, em uma decoração alegre e colorida.

Onde: Rua Silas de Oliveira, 101 – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados e domingos, das 9h às 17h

Baile Charme do Viaduto de Madureira

Para Dançar

evento

Um dos bailes mais antigos do Rio. Sempre com muito Charme e Hip Hop com os melhores DJs do cenário Black carioca. O ritmo charme ganhou o Rio de Janeiro nos anos 1990.

No início dividia espaço e atenção nos bailes de funk carioca, mas fincou sua bandeira e fez do Viaduto de Madureira seu ponto máximo de referência.

Com público cativo, os bailes que ali acontecem não são procurados só por quem quer ouvir o R&B e sua variações, mas também por exímios dançarinos que disputam espaço na pista de dança.

Onde: Rua Carvalho de Souza, s/n Espaço Cultural Rio Charme – Madureira

Funciona no fim de semana: sábados, às 22h

Feira das Yabás

show

A cada segundo domingo do mês o bairro de Oswaldo Cruz, contíguo a Madureira, recebe grande público, sedento pela boa mesa e boa música.

O ponto de encontro que não faz distinção entre os vindos da zona norte ou da zona sul, é o recanto das Yabás, ou Tias, que oferecem ali as comidas tipicamente brasileiras, com um toque africano.

Ao todo são 16 barracas, cada uma delas com sua especialidade. Rabada, mocotó, abóbora com camarão e a onipresente feijoada são algumas das opções. Para completar, cerveja gelada e uma grande atração musical a cada edição.

Onde: Praça Paulo da Portela, s/n – Oswaldo Cruz

Funciona no fim de semana: todo segundo domingo do mês, 13h

Continuaremos com muitas dicas sobre o Rio de Janeiro nos próximos posts.
Siga, acompanhe, curta e compartilhe!!!

#BomFindi

Siga MeuFindi nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/MeuFindi
Blog: www.blogmeufindi.com.br/
Instagram: www.instagram.com/meufindi/
Twitter: www.twitter.com/meufindi

Se você gosta de aproveitar o fim de semana, saber das novidades sobre tudo que acontece na sua cidade ou perto dela e ainda quer ajudar mais pessoas a curtirem um fim de semana perfeito, compartilhe MeuFindi com seus amigos.

Faça como milhares de leitores do MeuFindi, cadastre seu e-mail em nosso blog para receber novos conteúdos em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *